Jornal de Davinopolis o Portal de noticias da cidade.
Mostrando postagens com marcador Maranhão. Mostrar todas as postagens


A Polícia Civil do Estado do Maranhão, através da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa em Imperatriz – DHPP / SHPP, com apoio do Centro de Inteligência e Segurança Pública - CISP / Núcleo Imperatriz, deu cumprimento à ordem de prisão preventiva de ELIAS CARVALHO ALMEIDA, decretado pelo Juízo Plantonista da Comarca de Imperatriz, na manhã de 01 de novembro 2019, última sexta-feira.

ELIAS foi autor do latrocínio cometido em desfavor de RAIMUNDO OLIVEIRA DE SOUSA, crime ocorrido na noite do dia 15/10/2019, cujo corpo foi encontrado no interior da casa da vítima no dia 21/10/2019. Após assassinar a vítima, o investigado deixou o imóvel subtraindo a motocicleta da vítima HONDA/NRX BROS, COR VERMELHA, além do aparelho celular da vítima, TV de 32 polegadas e uma mochila de roupas.

A vítima foi morta por asfixia causada por estrangulamento, tendo o autor utilizado um fio de um DVD para cometimento do crime, assim como uma facada na região da clavícula. ELIAS após o interrogatório foi encaminhado para o Sistema Prisional, onde aguardará novas deliberações do Poder Judiciário.

Passagem Grátis de Davinópolis para estudantes do Enem

MARANHÃO - O governador Flávio Dino anunciou nesta sexta-feira (1º) gratuidade na passagem de ônibus para estudantes que realizarão a edição 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para a Cidade de Davinópolis e mais 8 cidades. O benefício vale apenas para alunos que possuem Cartão de Estudante em cidades onde há bilhetagem eletrônica, nos dias da prova.

Com a medida, o governador reedita decisão que já havia sido adotada em 2017, mas este ano expandiu para todas as cidades maranhenses que possuem sistema de bilhetagem eletrônica no transporte público.

“Como já havia decidido em 2017, os estudantes que forem fazer o Enem no domingo, nas cidades onde há bilhetagem eletrônica, não pagarão as passagens de ônibus. Um incentivo do Governo do Maranhão para todos. Boa sorte nas provas”, anunciou Flávio Dino.

Valorizamos a ampliação de oportunidades no acesso ao ensino superior. Considero de enorme importância a prova do Enem. Por isso mesmo, resolvi reeditar uma medida de estímulo e incentivo para que todos compareçam às provas”, acrescentou o governador.

Além dos estudantes das cidades da Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), serão beneficiados com a medida alunos dos municípios de Imperatriz, Davinópolis, Governador Edison Lobão e João Lisboa, na região Sul do estado.

A gratuidade foi possível por meio de acordo firmado entre o Governo do Maranhão, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de São Luís (SET) e as empresas Ratrans para as cidades do perímetro de Imperatriz, e a Zanchettur, que atua em João Lisboa.

Para ter acesso ao benefício, os estudantes deverão passar normalmente o cartão eletrônico de meia passagem nas roletas nos dias de prova do Enem, mas não haverá desconto e o saldo de cada cartão permanecerá o mesmo.

A gratuidade valerá de 0h até 23h59 nos dois domingos de aplicação das provas do Enem 2019, ou seja, nos dias 3 e 10 de novembro.

Perguntas e respostas sobre a gratuidade nas passagens de ônibus durante o Enem:

O benefício vale para quem?

Todos os estudantes das cidades de São Luís, São José de Ribamar, Raposa, Paço do Lumiar, Imperatriz, Davinópolis, Governador Edison Lobão e João Lisboa, que possuírem cartão eletrônico de meia passagem.

Quais os dias em será liberada a gratuidade?

Nos dois domingos de aplicação da prova do Enem, dias 3 e 10 de novembro de 2019.

Qual o horário que estará em vigor o benefício?

Ao longo dos dois domingos de aplicação do Enem, de 0h às 23h59 de cada dia.

Sou estudante e tenho cartão eletrônico de meia passagem. Como faço para ter acesso ao benefício?

Basta passar o cartão normalmente na roleta eletrônica e não será debitado o valor da passagem.

A decisão de elevar o patamar da bandeira se deve ao fato de que o regime de chuvas está abaixo da média histórica.

Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que a bandeira tarifária para o mês de novembro será a vermelha, no patamar 1, quando há um acréscimo de R$ 4 para cada 100 quilowatts-hora consumidos. Em outubro, a bandeira foi a amarela, cujo acréscimo na conta é de R$ 1.

De acordo com a agência, a decisão de elevar o patamar da bandeira se deve ao fato de que, apesar de novembro ser o mês de início do período chuvoso nas principais bacias hidrográficas do país, o regime de chuvas está abaixo da média histórica.

“O regime de chuvas regulares nessas regiões tem se revelado significativamente abaixo do padrão histórico. A previsão hidrológica para o mês também aponta vazões afluentes aos principais reservatórios abaixo da média, o que repercute diretamente na capacidade de produção das hidrelétricas, elevando os custos relacionados ao risco hidrológico (GSF)”, explicou a Aneel.


A agência disse ainda que nesse cenário aumenta a demanda de acionamento de usinas termelétricas, cujo custo de produção é mais alto, o que incide sobre da energia.

Sistema
Criado pela Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O cálculo para acionamento das bandeiras tarifárias leva em conta, principalmente, dois fatores: o risco hidrológico (GSF, na sigla em inglês) e o preço da energia (PLD).

O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

No dia 21 de maio, agência aprovou um reajuste no valor das bandeiras tarifárias. Com os novos valores, caso haja o acionamento, o acréscimo cobrado na conta pelo acionamento da bandeira amarela passou de R$ 1 para R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos. Já a bandeira vermelha patamar 1 passou de R$ 3 para R$ 4 a cada 100 kWh e no patamar 2 da bandeira passou de R$ 5 para R$ 6 por 100 kWh consumidos. A bandeira verde não tem cobrança extra.

Os recursos pagos pelos consumidores vão para uma conta específica e depois são repassados às distribuidoras de energia para compensar o custo extra da produção de energia em períodos de seca.

Fonte: Agência Brasil


Sinfra e Codevasf vistoriam obra de construção do Shopping da Cidade


Obra de construção do Shopping da Cidade de Imperatriz, orçada em R$ 3 milhões, que abrigará vendedores autônomos e comerciantes do antigo camelódromo está em andamento na Praça Tiradentes, Centro. O complexo é resultado da luta do prefeito Assis Ramos que viabilizou junto ao senador Roberto Rocha (PSDB) recursos para execução do novo centro de compras popular de Imperatriz.

O secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Zigomar Filho, acompanhado dos engenheiros Demosthenes Sousa, Pedro Henrique, Saulo Israel e do coordenador de Obras, Joselito Sultepa, e o superintendente regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba, Codevasf, Jones Bragas, realizou vistoria ao canteiro de obras para verificar o cronograma de execução do projeto.

Essa obra está sendo construída em uma área de 4.525,64 mil metros, onde terá mais de 260 boxes que serão utilizados pelos vendedores autônomos, visando readequá-los em um local amplo e moderno.

Observa o secretário Zigomar Filho que, assim como a Codevasf, acompanha a qualidade, cronograma e prazo de execução da obra.

Ele assinala que a construção do Shopping da Cidade “é a realização do sonho dos trabalhadores que, ao longo dos últimos anos, atuam no local e esperavam por essa obra que impulsionará o setor comercial. O shopping significa a retomada comercial deste ponto que durante muitos anos estava praticamente esquecido”, concluiu.

deputado Roberto Costa anunciou que o MDB em Imperatriz terá candidato a prefeito em imperatriz

Em conversa exclusiva com o Blogueiro Jhon Cutrim, o deputado Roberto Costa anunciou que o MDB em Imperatriz terá candidato a prefeito. “O nosso pré-candidato a prefeito é o empresário Francisco Santos Soares, o ‘Franciscano’, revelou Costa ao blog John Cutrim.

Na eleição passada, o MDB elegeu o atual prefeito Assis Ramos, que deixou a legenda e se filiou ao DEM.

De acordo com Roberto Costa, não está descartado o MDB fechar apoio a outro candidato na cidade. No entanto, a sigla está fechada com o nome de Franciscano.

Ex-prefeito de São Francisco do Brejão, Franciscano já foi presidente da Associação Comercial de Imperatriz, presidente do Sindicato Rural, além de dirigir e participar de outras entidades, como Rotary, e ser um dos fundadores do Sindicato Rural de Açailândia.

Fonte> Blog da Kelly

Ato contra governador Flávio Dino será realizado na UFMG

Manifestantes pretendem denunciar atuação do governo do estado na opressão a camponeses, indígenas e quilombolas.


Estudantes e professores devem realizar no próximo dia 21 de outubro, na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). um ato público em solidariedade à luta camponesa, indígena e quilombola no Maranhão. O ato é organizado pela Associação Brasileira de Advogados do Povo (Abrapo), será realizado no Campus da UFMG da Pampulha, em Belo Horizonte.

O movimento faz parte da Campanha Nacional de Liberdade aos Presos Políticos do Governador Flávio Dino/PCdoB.

De acordo com o movimento, o governador Flávio Dino promove “prisões, processos e toda ordem de perseguição e arbitrariedades”.

Ainda segundo os organizadores do ato, camponeses, indígenas e quilombolas da Baixada Maranhense “estão enfrentando uma covarde opressão por parte ao estado maranhense”.

O ato está marcado para acontecer no Auditório Carangola da FAFICH (Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais), Campus Pampulha.


Deputados e senadores maranhenses não conseguiram chegar a um acordo sobre divisão da emenda de bancada impositiva
Deputados e senadores maranhenses não conseguiram chegar a um acordo sobre divisão da emenda de bancada impositiva (Divulgação)

Prazo para apresentar proposta com direcionamento para aplicação da verba terminou na última quinta-feira, 24; ficará para a Comissão de Orçamento definir de que forma a emenda impositiva será direcionada no Maranhão.

MARANHÃO - Divergência na bancada do Maranhão no Congresso Nacional pode levar o estado a perder a emenda impositiva de bancada de mais de R$ 240 milhões para o próximo ano. Os 18 deputados e os três senadores perderam o prazo (que foi até a última quinta-feira, 24) para protocolar a proposta na Comissão de Orçamento. Em tese, os parlamentares perderam o direito de indicar para quais áreas e quais municípios a verba deveria ser direcionada.

Esta não é a primeira vez que os deputados e senadores do Maranhão se desentendem sobre a distribuição da emenda de bancada impositiva. Ano passado, houve uma divergência sobre a distribuição, mas os parlamentares (a maioria, pelo menos) conseguiram formar uma proposta para o uso da verba federal.

Este ano, a divisão se acentuou com a mudança da configuração da bancada maranhense.

Três propostas foram apresentadas pelos parlamentares. Duas ganharam força e causaram a divisão da bancada. A primeira previa que 20% dos R$ 240 milhões fossem destinados para o Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (DNIT) para obras nas rodovias. Verbas também seriam direcionados para o IFMAs, Codevasp, Aldenora Bello, Saúde nos municípios e para abastecimento de água. Os restantes seriam divididos de forma igual entre os 21 membros da bancada para direcionamento individual.

Assinaram esta proposta 14 deputados (mínimo previsto em lei), mas nenhum senador (a lei prevê que, pelo menos, um terço da bancada dos estados no Senado deve assinar a proposta para divisão da emenda impositiva de bancada).

No entanto, na quinta-feira, 24, os três senadores do Maranhão – Roberto Rocha (PSDB), Eliziane Gama (Cidadania) e Weverton Rocha (PDT) – apresentaram uma nova proposta: 20% do total (cerca de R$ 50 milhões) seria destinado para o governo do Estado para aplicação na Saúde (nos projetos Ninar e Sorrir e ainda no Hospital de Traumatologia), R$ 62 milhões para o DNIT para obras de duplicação e em recuperação de rodovias, R$ 7 milhões para o Codevasp para obras nos canais de São Luís e R$ 3,5 milhões para Telebras viabilizar internet para municípios.

Outros R$ 126 milhões seriam divididos de forma igual para os 21 parlamentares da bancada maranhense.

Esta proposta dos senadores foi assinada pelos três representantes do Maranhão no Senado, mas somente por 10 deputados federais.

Segundo o deputado Hildo Rocha (MDB), houve uma manobra dos deputados do PCdoB e dos ligados ao Governo do Estado. Para o emedebista, a divergência é o direcionamento de R$ 50 milhões para a gestão estadual.

“Como posso concordar em direcionar verba para a Saúde por meio do governo estadual se sabemos que há desvios? Bastar vê as denúncias e até operação da Polícia Federal. Se os deputados aliados de Flávio Dino querem direcionar verba para o governo, que o façam individualmente”, afirmou Hildo Rocha.

Márcio Jerry, deputado do PCdoB, diz que falta sensibilidade dos deputados que não assinaram a proposta dos senadores maranhenses já que o dinheiro (R$ 50 milhões) serão usados em projetos e serviços importantes no Maranhão.

“Temos R$ 50 milhões para o Hospital de Traumatologia e Ortopedia, o HTO, e ainda dois projetos importantíssimos no estado que é o Sorrir e o Nina. São programas fundamentais”, disse o comunista.

Pacificar

Com o prazo esgotado para protocolar a ata com a proposta de divisão da emenda de bancada impositiva, o coordenador da bancada maranhense, deputado Juscelino Filho (DEM), tem tentando reverter a situação. Ele tentará, na próxima semana, protocolar a proposta dos deputados e senadores maranhenses mesmo com o prazo esgotado.

Para isto, ele tem conversado com os deputados que não assinaram a proposta dos senadores. “Estamos conversando com os colegas. Falando da importância da união em prol do Maranhão. Sabemos que o ponto de discordância passa pela verba que vai para o estado e pelo valor individual. Mas precisamos buscar um consenso para que os maranhenses não percam com esse impasse”, afirmou Juscelino Filho.

Mais

Não assinaram a proposta feita pelos senadores maranhenses os deputados: Aluísio Mendes (PSC), Eduardo Braide (sem partido), Edilázio Júnior (PSD), Hildo Rocha (MDB), Josimar de Maranhãozinho (PL), Júnior Lourenço (PL), Marreca Filho (Patriota) e Pastor Gildenemyr (PL).

Sem consenso, verba da bancada do MA pode ser definida por comissão

Se a intenção do deputado Juscelino Filho (de conseguir mais quatro deputados para assinar a proposta que veio dos senadores para apresentar a Comissão de Orçamento mesmo fora do prazo) não tiver sucesso, o destino dos mais de R$ 240 milhões de emenda de bancada impositiva será definido pela Comissão de Orçamento do Congresso.

Com isto, fica a cargo dos membros da comissão definir quais as áreas e locais (governo, órgãos federais, municípios) a verba será enviada.

Dentro desta lógica, os deputados que decidiram não assinar a proposta de Weverton Rocha, Roberto Rocha e Eliziane Gama têm vantagem já que dos maranhenses membros da comissão, todos são contra.

Fazem parte da comissão de Orçamento dos deputados Hildo Rocha, Aluísio Mendes, Josimar de Maranhãozinho e Marreca Filho.

Por fazerem parte da comissão, os maranhenses podem conversar com demais membros para direcionar a verba para um só local.

“Eu defendo que a emenda de bancada seja direcionada em sua integridade para o DNIT e que as obras de duplicação e melhorias das rodovias federais sejam concluídas o quanto antes. Não chegamos a um acordo. A saída será a comissão de Orçamento”, disse Hildo Rocha.


Mulher morre após colisão frontal na BR-010, em Imperatriz proximo a Davinópolis
Francisca Samara Barros Alves, 34 anos, morreu em acidente na BR-010. (Foto: Arquivo)

A vítima foi identificada como Francisca Samara Barros Alves.

IMPERATRIZ – Um grave acidente, na tarde dessa quarta-feira (23), na BR-010, em Imperatriz próximo a Cidade de Davinópolis no Maranhão, resultou na morte de uma mulher, identificada como Francisca Samara Barros Alves, 34 anos. O acidente aconteceu nas proximidades do povoado 1.700.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF-MA), a mulher conduzia uma caminhonete S10, quando perdeu o controle, entrou na contramão e colidiu frontalmente com um caminhão carregado com sacos de cimento. Com o impacto, a mulher não resistiu e morreu no local.

O motorista do caminhão que não teve sua identidade divulgada e ficou ileso.

Polícia investiga duplo homicídio em chácara na madrugada deste sábado

A briga que resultou nos crimes foi provocada após um desentendimento por causa de uma regulagem som.

IMPERATRIZ – A Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciou os trabalhos de investigação para elucidar o duplo homicídio que aconteceu na madrugada deste sábado (26), numa chácara, no munícipio de Imperatriz. A polícia também tem pistas sobre a autoria dos crimes, que deixou, ainda, outras duas pessoas baleadas.

“As mortes aconteceram após uma briga, que teve início após uma regulagem de som. Em função dessa briga, um indivíduo sacou uma arma e efetuou vários disparos. Segundo o que foi apurado, ele teria como alvo uma determinada pessoa, mas não chegou a atingir aquela pessoa que ele esperava. Acabou atingindo quatros pessoas que nada tinham a ver com a confusão. Duas pessoas morreram e duas foram baleadas”, explicou o delegado titular da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Praxísteles Martins.

A polícia já tem pistas sobre o autor dos disparos, mas prefere manter sua identidade em sigilo para não atrapalhar as investigações. O suspeito ainda não foi localizado e a polícia espera que o autor possa se apresentar espontaneamente nas próximas horas.

“Caso não haja [essa apresentação] será feita a representação judicialmente. Estamos aguardando algumas confirmações para que a gente consiga avançar nesse aspecto e estudar uma possibilidade de uma representação de medida cautelar”, afirmou o delegado.

Os crimes

O duplo homicídio teve como vítimas fatais dois homens, identificados como Luciano dos Santos Lopes, 21 anos, e Lucas Gustavo Camelo Chaves, 23 anos. Eles foram alvejados a tiros após uma briga generalizada, que estava ocorrendo numa festa, numa chácara próxima à Suzano.

Houve empurrões, após desentendimentos provocados por causa de uma regulagem de som. Luciano morreu no local, e Lucas ainda foi socorrido, mas morreu antes mesmo de subir para o bloco cirúrgico do Hospital Municipal de Imperatriz (HMI), o Socorrão. Nenhuma das vítimas tinham passagem pela polícia.

Além das mortes, duas mulheres, identificadas como Kannanda Saiury Rodrigues da Silva, 23 anos, e Amanda Carolina Sousa Cardoso, 18 anos, foram baleadas. Elas foram socorridas e estão foram de perigo, segundo informações repassadas pela polícia.


MARANHÃO - Colisão entre dois veículos foi registrada nessa sexta-feira (25) entre os municípios de Caxias e Timon.

Quatro pessoas ficaram feridas em um acidente envolvendo dois veículos foi registrado nesta sexta-feira (25) na BR-316, entre os municípios de Caxias e Timon. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF-MA) a suspeita é de que um dos automóveis tenha realizado uma ultrapassagem irregular.

Segundo a PRF-MA, os dois motoristas dirigiam em alta velocidade no momento da colisão. Por conta do impacto, inúmeras peças dos veículos ficaram espalhadas por toda a rodovia. Equipes do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizaram os primeiros socorros as vítimas, que foram encaminhadas para o hospital.

“A Polícia Militar foi acionada logo após o acidente, a gente não sabe ao certo a situação e a Polícia Rodoviária Federal deve fazer a perícia, identificar as causas do acidente, mas graças a Deus, não tiveram vítimas fatais, apenas ferimentos graves e estão sendo assistidos pela PM e pelo Samu”, disse o Tenente-Coronel Márcio Silva, comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar.

Polícia do Maranhão prende foragido da Justiça de Roraima

Auiley Silva da Cruz, conhecido como “Lourinho”, foi preso no bairro Vila Embratel, em São Luís

MARANHÃO -  A Polícia Civil do Maranhão prendeu, na tarde de hoje (25), um homem que estava foragido do sistema prisional do estado de Roraima. Auiley Silva da Cruz, conhecido como “Lourinho”, foi preso no bairro Vila Embratel, em São Luís.

As investigações da Superintendência de Investigações Criminais (SEIC) apontam que Auiley estava estava morando em São Luís há aproximadamente dois meses.

O preso responde por crimes como roubo, fuga e falsidade ideológica. Após captura, ele foi encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, devendo ser encaminhado à Justiça de Roraima.


O Residencial Cidade Nova é o melhor investimento da região.
Tecnologia do Blogger.